sexta-feira, 21 de maio de 2010

Dos Zero aos Cem em menos de nada


Ainda me recordo de quando "O Intruso" de H. P. Lovecraft chegou às livrarias, em 2004. Era, se bem me recordo, o segundo volume publicado pela Saída de Emergência (que à data usava ainda a designação Fio da Navalha), na sequência do Cristo Clonado de J. R. Lankford. Quer a editora, quer os seus títulos, eram motivo de conversa entre os entusiastas do Fantástico, que não sabíamos bem para que lado pender, entre o esperançosos e o desconfiados. Em 2004, ainda parecia estarmos a viver um momento de crescimento na FC e no Fantástico português, antes de as colecções da Presença se terem voltado quase exclusivamente para o público infanto-juvenil, e a escolha de títulos desta nova editora não permitia ainda adivinhar o seu rumo futuro. O Cristo Clonado era uma espécie de thriller com travos de FC, mas claramente comercial e pouco interessante em termos de género, ao passo que Lovecraft era algo saído dos armazéns das obras em domínio público, uma aposta economicamente segura, embora editorialmente arrojada, atendendo ao pouco que do mestre de Providence se tinha publicado entre nós. Era, de certa forma, uma entrada em cena tímida.

Volvidos seis anos incompletos, e a Saída de Emergência não deixa dúvidas quanto à aposta sólida e de qualidade no Fantástico, assumindo-se como a única editora que arrisca sistematicamente afastar-se dos caminhos bem batidos da bestsellerolândia para apresentar ao público leitor obras arrojadas e de grande qualidade, de autores como Dan Simmons, Tim Powers, Richard Morgan, Mervyn Peake, a par dos grandes clássicos que estiveram nos momentos formativos do género (Lovecraft, Howard, Burroughs, Dunsanny, Poe) e de uma aposta corajosa em autores nacionais de qualidade, dos quais David Soares é o melhor exemplo. Mais do que isso, e contadas raras excepções, é a única editora a fazê-lo actualmente.


Aquele "O Intruso" tornou-se o #1 da colecção BANG!. Hoje, menos de seis anos depois, chega às livrarias o ALMANAQUE THACKERY T. LAMBSHEAD DE DOENÇAS EXCÊNTRICAS E DESACREDITADAS, cuja edição portuguesa tive o prazer de organizar, reunindo um leque de novos e valentes autores que contribuiram para este volume com as cerca de cem páginas do COMPÊNDIO CALAMAR TRINDADE DE DOENÇAS NOTÁVEIS E INVULGARES. O estatuto da edição original, e o material inédito que compõe a versão portuguesa, só por si tornam este volume uma peça obrigatória de coleccção. Sucede porém, que o acaso ditou que o ALMANAQUE fosse o volume #100 da Colecção BANG!.

A BANG! torna-se assim na quarta coleccção nacional na área da FC&F a atingir a marca dos 100 títulos publicados, juntando-se à Argonauta, à EA de Bolso, e à Nébula. No entanto, se a Argonauta necessitou de 11 anos para atingir essa marca (1954-1965), a Nébula, 22 (1983-2005), e a Bolso-FC da EA cerca de 7 (1979-1985), a BANG! fá-lo em menos de seis, bem demonstrando uma expressiva vitalidade. Vitalidade essa que sai reforçada quando consideramos que em Julho do ano passado, a antologia COM A CABEÇA NA LUA era apenas o #75. A Saída de Emergência publicou assim 25 volumes da colecção (um quarto do total) em menos de um ano. Também por isso, está a Saída de Emergência, e muito especialmente os seus editores, Luís Corte Real e António Vilaça, de parabéns.

E que venham mais cem!

4 comentários:

Morrighan disse...

Olá João,

Já tinha lido algures que este livro iria sair. Fiquei mesmo muito curiosa. Espero poder vir a lê-lo.

E sim, Parabéns à SdE pelo megnífico trabalho que tem feito.

Abraço.

Ricardo Lourenço disse...

Ainda me recordo da curiosidade que "O Intruso" me despertou quando o comprei, por ver uma editora entrar no mercado apostando em H.P. Lovecraft. Isso criou bastante expectativas, e tendo acompanhado o progresso da SdE ao longo destes anos, posso dizer que a editora as conseguiu superar.

João Rogaciano disse...

Os meus sinceros parabéns à SdE pela sua perseverança e pelo seu trabalho fidedigno e corajoso ao longo destes anos.

Foi com muita curiosidade e ansiedade que recebi o meu exemplar do ALMANAQUE THACKERY T. LAMBSHEAD DE DOENÇAS EXCÊNTRICAS E DESACREDITADAS, e foi com grande satisfação que vi a "minha doença" integrada no COMPÊNDIO CALAMAR TRINDADE DE DOENÇAS NOTÁVEIS E INVULGARES.
Uma excelente selecção e organização de João Seixas.

A SdE, os editores, os tradutores e organizador estão de parabéns!

Um abraço,

João Rogaciano

alexandre vaz disse...

comprei-o mal o vi na prateleira. de certo modo poupou-me tê-lo comprado em inglês, o que já estava nos meus planos, apesar de ser um pouco mais lento de se ler.

é bom saber que se publicam ainda bons livros por cá, coisas curiosas, não só técnicas ou de ficção, e bem publicadas. é, sim, uma bela peça de colecção, uma edição muito bem feita.

foi uma óptima surpresa quando vi o almanaque na loja. lá dentro, my god, it's full of stars!